Solicitar reparos na iluminação pública

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

MORADORES REIVINDICAM AMPLIAÇÃO DO CEMITÉRIO DA REGIÃO DE VISCONDE DE MAUÁ


Falta de espaço em cemitério causa transtornos na 

região visconde de Mauá

Terreno, de quase 500 m², recebeu 385 corpos nos últimos 18 anos.
Prefeitura de Itatiaia, responsável pelo local, estuda ampliação.


 Falta espaço no cemitério da Vila de Maringá, em Itatiaia (RJ). O terreno, de quase 500 m², recebeu 385 corpos nos últimos 18 anos, entre os quais, 20 familiares do aposentado Sebastião Antônio da Costa. "Meus avós, primeiros que estão aqui há mais de 60 anos, então a família toda fica junta porque é tradição. E aí, acaba tendo esse número quase que impossível, né? Mas está ali", disse, acrescentando que os entes queridos estão sepultados em um espaço de 5 metros.



Ele trabalhou durante 16 anos na manutenção do cemitério e contou que em todo sepultamento tinha dificuldades para encontrar espaço. "Cada vez que vai fazer uma sepultura, dificilmente não encontra restos mortais embaixo. Porque está superlotado. Uma situação que tem que ser resolvida de imediato", explicou.



Criado em 1909, o cemitério atende toda região de Visconde de Mauá. A última ampliação foi feita há 49 anos. "A ampliação é uma promessa e como a gente sabe que vai passando, já terminou o primeiro mandato do atual prefeito, agora já vem aí o segundo ano do último mandato. E se um projeto não for feito, elaborado, a gente teme que vai chegar o final da atual administração e o cemitério pode não ser ampliado", disse o comerciante Cláudio Lopes.
A prefeitura afirmou à produção do RJTV que está estudando a possibilidade de desapropriar uma área para ampliar o cemitério.

Veja reportagem da TV RIO SUL: CLIQUE AQUI!

Fonte: TV RIO SUL 

Nenhum comentário:

Postar um comentário