Solicitar reparos na iluminação pública

domingo, 18 de janeiro de 2015

GOVERNADOR PEZÃO INAUGUROU NESTE DOMINGO OBRAS NA RJ-151 EM VISCONDE DE MAUÁ


Visconde de Mauá - O Governo do Estado inaugurou, neste domingo (18/1), obras de pavimentaçao de 8,4 quilometros da rodovia RJ-151, no trecho entre Visconde de Mauá e Campo Alegre, no município de Resende. Os serviços incluiram drenagem, pavimentação, terraplanagem e alargamento de pista e foram executados pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ). Ao todo, foram investidos pelo Estado R$ 7,2 milhões.

A obra impulsionará o crescimento turístico da região, além de servir de alternativa ao tráfego proveniente da Zona da Mata de Minas Gerais. No ano passado, o governo do estado entregou a pavimentação do trecho da estrada entre Visconde de Mauá e a Vila de Maringá, em Itatiaia.

O governador Luiz Fernando Pezão ressaltou a importância das intervenções e afirmou que outras melhorias virão. 




– A RJ-151 é importantíssima para esta região. Frequento Mauá há 30 anos e sempre presenciei a preocupacao de moradores e comerciantes quando chovia, porque a estrada ficava intransitavel. Fizemos inicialmente esses oito quilômetros e vamos realizar a ligação até a serra, melhorando assim o trafego de produtores rurais,  empreendedores, moradores e turistas – disse Pezão.

Com 185 quilômetros de extensão, a RJ-151 é uma das principais vias do Sul Fluminense. Margeando a divisa dos estados do Rio e Minas Gerais, a rodovia começa em Comendador Levy Gasparian, no Centro-Sul, e termina em Maromba, no município de Itatiaia.

O Governo do Rio investiu R$ 65,9 milhões na implantação da primeira estrada-parque do estado na região de Visconde de Mauá. Foram pavimentados os trechos das RJ-163 e RJ-151, entre Capelinha, em Resende, e Vila de Maringá, em Itatiaia, passando por Visconde de Mauá. Com essas obras, o percurso da Via Dutra aos distritos encurtou em mais de uma hora e meia. Além disso, a melhoria impulsiona a economia de Mauá. 

- A região está recebendo um conjunto de obras de infraestrutura, e mantemos a preocupação com a sustentabilidade - disse Vicente Loureiro,  diretor executivo da Câmara Metropolitana do Estado do Rio de Janeiro. 


Moradores e comerciantes comemoram inauguração da rodovia

Morador de Visconde de Mauá há 30 anos, o empresário Ecionei Tomás, de 46 anos, acredita que a pavimentação da estrada beneficie seus dois empreendimentos. Ele conta que a via era esburacada e os caminhões da empresa de transporte enguiçavam frequentemente.

- Uma parte do meu maquinário era danificada por causa dos buracos e atoleiros da estrada. Agora vai ficar mais fácil para todo mundo passar pela via, principalmente os turistas que desistiam de vir para a cidade porque não sabiam dirigir em estrada de terra - disse Tomás.


O pedreiro Joaquim Bento, de 47 anos, viu o tempo do percurso de ônibus de casa, no bairro Lote 10, até o trabalho, em Maringá, em Itatiaia,  ser reduzido em menos da metade. Antes da pavimentação, o trajeto durava uma hora e meia e agora chega a 40 minutos.

- Antes só tinha buraco  e lama nessa estrada. Agora melhorou muito para o turista e os moradores da região - contou Bento. 

Além dessa obra, realizada por meio do Programa de Desenvolvimento ao Turismo (Prodetur), estão previstas para a região a construção de mirantes na estrada-parque entre Capelinha e Visconde de Mauá, urbanização das vilas de Maringá e Maromba, em Itatiaia, construção do centro de atendimento aos visitantes do Parque Nacional de Itatiaia e implantação do sistema do ordenamento turístico sustentável da Região de Visconde de Mauá. Os investimentos somam mais de R$ 13 milhões.

Ainda pelo Prodetur, o Governo do Estado finalizou um centro de turismo e artesanato e urbanizou a Avenida Wenceslau Braz, a principal do distrito. Ao custo de R$ 3,5 milhões, as melhorias foram feitas por intermédio da Secretaria de Obras. Já a Avenida Wenceslau Braz, foi pavimentada com paralelepípedos e ganhou calçadas, meios-fios e um canteiro central, além de iluminação pública.

– Essas obras se tornaram necessidade urgente para atender a crescente demanda turística, além de beneficiar a população local – explicou o secretário de Obras, José Iran Peixoto Junior.
Descrição: https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif


Fonte: Subsecretaria de Comunicação Social - GOV.RJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário