Solicitar reparos na iluminação pública

sábado, 21 de março de 2015

NÃO É MAIS PERMITIDO AOS PASSAGEIROS DA VIAÇÃO RESENDENSE DESEMBARCAR EM MAUÁ PARA IR AOS CORREIOS


NOVOS TEMPOS...
O fim de tradições e a falta de cordialidade, contribuem para que aos poucos 
a identidade da região de Visconde de Mauá vá se perdendo com o passar dos anos.


Desde o dia 10 de março, usuários da linha de ônibus Resende x Maromba (Viação Resendense), que atende toda a região de Visconde de Mauá, estão impedidos de fazer o tradicional desembarque na vila de Visconde de Mauá para ir aos Correios ou utilizar o banheiro enquanto o ônibus segue até o Lote-10 para fazer o retorno. Durante a vida toda os moradores da região se acostumaram a fizer o desembarque na Vila de Mauá para ir aos Correios e pegar suas correspondências ou ir ao banheiro, aproveitando o tempo que o ônibus gasta para ir até o Lote-10 fazer o retorno. Mas a partir de agora por ordem da Viação Resendense, todos os passageiros que desembarcarem na vila de Visconde de Mauá, seja para ir aos Correios ou não, ao reembarcarem no ônibus para seguir a viagem terão que pagar outra passagem. 

O editor do BLOG ASSOMAR entrou em contato com a gerência da Viação Resendense para obter informações sobre o porque desta proibição, e recebemos a seguinte informação: Os ônibus da empresa são equipados com câmeras de monitoramento, as imagens feitas durante as viagens são conferidas pela empresa e foi verificado e confirmado que algumas pessoas não estavam pagando a passagem. Pessoas que não estavam no ônibus aproveitavam o momento do reembarque dos passageiros que haviam descido para ir aos correios e embarcavam juntos confundindo o motorista não pagando a passagem. Toda vez que um passageiro embarca no ônibus sem pagar a passagem e o fato é confirmado pelas câmeras, quem acaba pagando o valor da passagem é o motorista. Portando a Viação Resendense tomou a decisão de suspender o tradicional desembarque para ir aos correios na vila de Visconde de Mauá, evitando prejuízos aos motoristas. 
A empresa informou ainda que irá agendar uma reunião com a administração regional de Maringá-Maromba e com representantes dos moradores.  

Fotos: Reprodução da internet



*Obs. Os motoristas das linhas Resende x Maromba e Maromba x Rio Preto 
trabalham com a dupla função, cobrador e motorista.  


Bons Tempos...

Recordar é viver... Na foto a baixo o primeiro ônibus que fazia a ligação entre
 Visconde de Mauá e Resende.



10 comentários:

  1. Muitas pessoas só tem como ir aos correios quando vão para Resende, aproveitam que o ônibus passa por la para pegar suas correspondências e também ir ao banheiro pois o ônibus não tem nem bagageiro, muito menos banheiro e a passagem cada vez mas cara.Se está acontecendo de passageiro aproveitar a situação pode se resolver de outro jeito...como pegar uma documentação de que desce ou eles dão um tíquete assim que não pode ficar. Até mesmo por que não tem passagem diferente até Mauá isso já é um absurdo.

    Valdinéa Paiva

    ResponderExcluir
  2. Eu acho ridículo isso... Verdade Valdinéa, algumas pessoas só vão ao correio quando vão para Resende, não é justo isso, ter que pagar duas passagens... quem descer para ir ao correio ou ao banheiro. Mas, essa semana vi um passageiro quase agredindo o motorista por isso, eles só cumprem as ordens da empresa, seria melhor reunir algumas pessoas e ir até a empresa falar com os donos, os motoristas também não concordam mas é o emprego deles, tem famílias para sustentar como todos nós. Então gente não estou aqui para ofender ninguém mas, antes de ficar xingando os motoristas vamos respeitar o trabalho de todos...

    Fabiana Carla

    ResponderExcluir
  3. Seis anos já se passaram da atual administração municipal e nada foi feito para que a região de Maringá e Maromba tivesse um serviço de micro ônibus circular entre as vilas, nos mesmos moldes do sistema já implantado em Penedo e em outros bairros de Itatiaia. Oficio pedindo a implantação do serviço tá lá esquecido no arquivo morto no gabinete do prefeito de Itatiaia por mais de 4 anos... enquanto isso a população desta região é obrigada a pagar uma passagem de R$7,70 para andar de ônibus entre as vilas de Maringá, Maromba e Mauá. Todos pagam o valor integral da passagem entre Resende e Maromba, para andar por poucos km, ida e volta são R$ 15,40 Por não ter um micro ônibus circular para atender as necessidades dos trabalhadores da região. Vergonha sem fim!!!

    Cláudio Lopes

    ResponderExcluir
  4. Coloquem um ônibus com banheiro então! Pq a viagem as vezes demora mesmo!

    Patricia Reis

    ResponderExcluir
  5. Se der vontade, faz dentro do ônibus pronto

    Maria Lucia

    ResponderExcluir
  6. Gente isso é uma vergonha...

    Rosana Santos

    ResponderExcluir
  7. O povo que é bobo e omisso. Já que é assim, agora é o momento de se exigir o fracionamento desta tarifa absurda pelo percurso, assim como veículos apropriados, com bagageiro e sem passageiros em pé. A Resendense esta toda errada, antes era a estrada e agora;;;; Então vamos cobrar, abre concorrência ou bota para correr...

    Maurício C. Rosa

    ResponderExcluir
  8. O que era ruim agora vai ficar pior!!
    Tomara que na reunião prometida a empresa de una solução a este e outros problemas que o povo tem com a empresa....de longa data!

    Elizabeth Moyano

    ResponderExcluir
  9. Essa linha é intermunicipal e o ônibus não dispõe de toalete, porta-malas e nem guarda volume interno, mesmo sabendo da necessidade de seus usuários que vem pisando, ou tendo suas bolsas, mochilas (bagagens) pisoteadas pelos passageiros e a empresa não move uma palha para solucionar o problema.
    A Viação Resendense está sendo parceira dos usuários???

    Alcino Mendes

    ResponderExcluir
  10. Acho que falta honestidade do povo tmbm... se não estavam no bus.. os proprios denunciarem.. o que nao e justo, e o cara ir trabalhar e pagar passagem pra gente pilantra... porque a empresa ta se lixando pra todo mundo, quer o dela.. e alguêm tem q pagar né?! Daì a pessoa sai de casa, larga mulher, filhos pra ir pra Maromba pagar passagem de gente desonesta.. esse ponto de vista, ninguém contou né?!

    ResponderExcluir