Solicitar reparos na iluminação pública

domingo, 15 de maio de 2016

24ª Temporada do Pinhão de Visconde de Mauá 2016

24ª Temporada do Pinhão - Mês do Pinhão 2016 (Visconde de Mauá)



A Região de Visconde de Mauá - RVM, no sul dos estados do Rio e de Minas, está em festa durante todo o mês de maio: é a ‘Temporada do Pinhão’, ingrediente abundante na região que serve de gancho para vários eventos temáticos.
O pinhão, fruto típico da RVM e da Serra da Mantiqueira, fornecido pelas araucárias, árvore que se sente à vontade no clima frio desta região serrana, onde o que não falta são montanhas, vales, rios e riachos.
Este ano teremos a 24ª Temporada do Pinhão e o “Mês do Pinhão”, que acontecerá do dia 01 a 31 de maio, onde estabelecimentos da RVM estarão servindo pratos que utilizam o pinhão e produtos orgânicos locais, teremos o XI Salão do Pinhão, com apresentação dos artistas locais, e o Sabores da Montanha, onde haverá apresentação dos produtores orgânicos da região, entre outras novidades.
Realização: MAUATUR e ACVM.



sexta-feira, 13 de maio de 2016

SUPERLOTAÇÃO NA CRECHE DA REGIÃO DE MARINGÁ E MAROMBA É DEBATIDA NA CÂMARA DE VEREADORES

Câmara de Vereadores de Itatiaia


Nesta quinta-feira dia 12 de maio, durante sessão na Câmara de vereadores de Itatiaia uma indicação causou um longo debate entre os vereadores, a indicação se tratava da denúncia de superlotação na Creche Municipal Antônia dos Santos Paiva, que atende crianças do núcleo Maringá-Maromba. Durante a última reunião do Conselho Municipal de Educação, um membro do conselho apresentou a denúncia que crianças ficam o dia todo na pequena varanda da creche expostos ao frio, chuva e sol por falta de espaço interno devido á superlotação. A vereadora Andreia de Carvalho, que esteve presente na reunião do conselho, trouxe a denúncia para Câmara de vereadores e fez indicação pedindo providências ao chefe do poder executivo e a secretária de educação. Durante mais de uma hora os vereadores ficaram debatendo a denúncia e até sugeriram que a prefeitura poderia alugar um imóvel em caráter emergencial para solucionar o problema de superlotação da creche, já que a solução paliativa apresentada pela secretaria de educação, de instalar toldos ou tendas não resolveria o problema. 




Os vereadores lembraram também que o problema foi causado por falta de planejamento do governo Luís Carlos Ypê, pois desde 2012 a Associação de Moradores da Região (ASSOMAR), já havia alertado da necessidade de ampliar a creche, pois até fizeram uma solicitado direto ao prefeito pedindo a ampliação da Creche e da Escola Joaquim Miguel dos Santos que atende alunos do núcleo Maringá – Maromba. Mas, esse pedido da ASSOMAR não foi atendido pelo poder executo, causando todos os transtornos de hoje. Aproveitando a presença de um grupo de moradores da região de Maringá e Maromba durante a sessão, a vereadora Andreia de Carvalho também fez uma indicação verbal ao poder executivo, solicitando a reforma e manutenção da Ponte Preta (ponte de pedestres no Alto Maringá), que faz a ligação entre os dois lados da vila de Maringá (Rio e Minas), pois segundo moradores a ponte de madeira está em condições precárias, gerando insegurança e perigo aos pedestres por já esta há mais de 12 anos sem nenhuma manutenção ou reforma.   


Ponte Preta - Alto Maringá


sábado, 7 de maio de 2016

Parque Nacional do Itatiaia pode levar o título de localidade mais fria do Brasil


São Joaquim e Urupema podem podem perder o status de cidade mais fria do Brasil para Itatiaia no estado do Rio de Janeiro 
O Grupo BAZ (Brasil Abaixo de Zero) ao qual o célebre Ronaldo Coutinho (o homem do tempo) também faz parte está fazendo um experimento único na natureza, o grupo busca saber qual é o local mais frio do Brasil.
Os aventureiros fizeram uma vaquinha e resolveram comprar e instalar estações de monitoramento climático num dos pontos mais altos do Brasil o parque do Itatiaia na Cidade de Resende no estado do Rio de Janeiro. E para a surpresa do grupo na primeira noite a estação do Itatiaia marcou -6 graus, semana passada, enquanto as estações de São Joaquim e Urupema só chegaram perto de 1 grau na calada da noite.
Localizado a exatos 2.451 metros de altitude, contra 1307 de Urupema e de 1.345 de São Joaquim o Parque do Itatiaia chegou a assustar a Serra Catarinense. Porém a resposta vei durante esta madrugada Bom Jardim atingiu a temperatura de -4,0, Urupema chegou a -3.6 e Itatiaia a -3.1. Em São Joaquim a mínima não baixou de 2,7º positivo. Mas ainda é muito cedo para dizer qual é local mais frio do Brasil. Mas não se pode jamais subestimar o arquifriorento Parque do Itatiaia que já aparece como um gigante cuspindo gelo e de olho no título de Cidade mais fria do Brasil.
Para quem deseja fazer uma boa comparação entre as cidades mais frias do Brasil poderá acessar o novo site do Climaterra onde é feita uma comparação em tempo real das três cidades que disputam o título de cidade mais fria do Brasil.
Fonte: saojoaquimonline.net


ITATIAIA - Termômetros instalados no alto do Parque Nacional do Itatiaia voltaram a registrar por volta das 5h desta quarta-feira, 8 graus negativos a 2.470 metros de altitude. A vegetação amanheceu com uma camada fina de gelo, e o lago ficou congelado.
Há quatro dias, as temperaturas na parte alta da reserva ecológica estão abaixo de zero. O guia turístico César Caffé fotografou seu casaco congelado.
O fenômeno vem atraindo turistas. O diretor do parque, Gustavo Tomzhinski estima um aumento de mais 300 visitantes no próximo fim de semana apenas na parte alta da reserva, caso o tempo se mantenha frio e continue geando.


Fonte:O GLOBO





Itatiaia- Termômetros públicos instalados no alto do Parque Nacional do Itatiaia voltaram a registrar por volta das 5h desta quarta-feira (04), 8 graus negativos, na parte alta da montanha, a 2.470 metros de altitude. A vegetação  amanheceu com uma camada fina de gelo  e o lago congelado.
Há quatro dias, as temperaturas na parte alta da reserva ecológica estão abaixo de zero. O guia turístico César Caffé fotografou seu casaco congelado.
O fenômeno vem atraindo turistas. O diretor do parque, Gustavo Tomzhinski estima uma aumento de mais 300 visitantes no próximo fim de semana apenas parte alta , caso o tempo continue frio e continue geando.
Saindo do Rio de Janeiro ou São Paulo, o visitante deve seguir pela Rodovia Presidente Dutra (BR 116) até o povoado de Engenheiro Passos, 12 Km depois de Itatiaia.

E seguir pela BR 354, na estrada Rio-Caxambú (Circuito da Águas) por 23 Km, até o local conhecido como Garganta do Registro, a 1.669 metros de altitude. A partir daí começa a subida de 14 km até o Posto Marcão (antigo Posto 3) e mais 3 km até o Abrigo Rebouças.
Fonte: Diário do Vale