Solicitar reparos na iluminação pública

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Nova liminar suspende diplomação de Almir Dumay pela segunda vez

Recurso impetrado por Ypê no TRE-RJ cancelou ato faltando poucas horas para o início

Luis Carlos Ypê                                                                                           Almir Dumay

 Advogados questionam condenação em segunda instância de Dumay


ITATIAIA
Faltando 68 dias para escolher quem irá governar o município pelos próximos quatro anos, os moradores de Itatiaia continuam não sabendo quem vai administrar a cidade até 31 de dezembro. Ontem, em mais um capítulo da guerra de recursos e liminares na justiça, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RJ) suspendeu a solenidade de diplomação do segundo colocado nas eleições de 2012, Almir Dumay e de seu vice, Eduardo Kraucs. A suspensão do ato, que seria presidida pela juíza da 198ª Zona Eleitoral, Ludmila Vanessa Lins da Silva, aconteceu faltando poucas horas para o início da solenidade.
O cancelamento da diplomação foi em atendimento a um mandado de segurança impetrado na última sexta-feira, 21, pelos advogados do prefeito Luís Carlos Ypê, afastado do cargo desde quinta-feira passada. Nela, os advogados pedem, em caráter liminar, a suspensão da diplomação.
Até o fechamento desta edição, não foi possível ter acesso ao conteúdo do mandato de segurança impetrado por Ypê (PP). Segundo informações, seus advogados estariam questionando a diplomação e posse de Almir Dumay já que ele teria uma condenação em segunda instância por improbidade administrativa e o seu registro de candidatura cassado o que, no entendimento dos advogados, o impediria de tomar posse.
A liminar, porém, não reconduz Ypê a prefeitura. Sendo assim, o presidente interino da Câmara de Vereadores, Eduardo Guedes(PMDB), seguirá também como interino na cadeira de prefeito.
Por telefone, Almir Dumay disse que seus advogados entrarão com recurso para derrubar a liminar que impede sua a diplomação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário