Solicitar reparos na iluminação pública

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

VISCONDE DE MAUÁ CONVIDA PARA A 14ª TEMPORADA DA TRUTA

Pratos da Temporada da Truta terá como ingrediente
 Plantas Alimentícias Não Convencionais


Chef Andrew Bushee fará workshop com uso de “plantas alimentícias não convencionais”

A 14ª Temporada da Truta, que este ano acontece de 29 de outubro a 27 de novembro, promete uma quebra de paradigma ao levar à mesa a “natureza” de Visconde de Mauá. Os chefs de 25 restaurantes de Penedo e das vilas de Visconde de Mauá, Maromba e Maringá utilizarão como ingredientes em suas receitas as “Plantas Alimentícias Não Convencionais”, também conhecidas como PANCs.

A Temporada 2016 é promovida pela Associação Turística e Comercial da Região de Visconde de Mauá (MAUATUR), e se inicia com um workshop promovido pelo master chef Andrew Bushee, direcionado aos chefs de cozinhas participantes, no dia 27 de outubro no restaurante do Trutário Truta Rosa.

Formado pela Culinary Institute of America – CIA/California e atuação como chef residente do SENAC Águas de São Pedro por mais de 15 anos, Andrew ensinará técnicas de manipulação, corte, criação e preparação de receitas elaboradas com o peixe e as PANCs, bem como na harmonização com vinhos e cervejas selecionados. Após cada fase, os participantes poderão degustar os pratos que forem sendo criados.

Truta envelopada na folha de taioba com recheio de queijo cottage e azedinha.
Nhoque na manteiga com flor de alcaparra, “capuchinha”.

PANC – Plantas Alimentícias Não Convencionais





Nativas ou exóticas, essas plantas (frutos, folhas, flores, rizomas, sementes etc.) são as que costumamos chamar de “mato”, “daninhas” e “invasoras”, por brotarem espontaneamente entre os cultivos ou em locais onde não deveriam. Embora não as consumamos por desconhecimento, elas não apenas têm sabor agradável, como valor nutritivo comprovado.


Assim, a Truta Arco-Íris, espécie californiana cuja criação foi bem sucedida na região graças à água pura e gelada das nascentes de Itatiaia, dividirá o prato com nomes até agora pouco vistos na gastronomia, como dália de jardim, capiçoba, chicória do campo, folha de capuchinha e folha de xuxu.



Desbravando Visconde de Mauá

Visconde de Mauá é um refúgio ecológico na divisa entre Rio e São Paulo. A apenas 29 km da Via Dutra, com acesso agora asfaltado, a região formada pelas vilas de Maromba, Maringá e Visconde de Mauá fica numa área de proteção ambiental no alto da Serra da Mantiqueira, próxima ao Parque Nacional de Itatiaia.

Com uma temperatura média anual de 18°C e altura que pode chegar a 1300 metros, Visconde de Mauá se destaca por uma gastronomia que mistura a sofisticada cozinha européia e o sabor inigualável da culinária mineira. Além dos pratos à base de truta, peixe muito comum em criadouros da região, devido à pureza e baixa temperatura da água.

A rede hoteleira oferece uma infra-estrutura capaz de absorver a demanda turística e satisfazer a clientela de acordo com os mais altos padrões de qualidade. O comércio local, em especial o de artesanato, já desponta como uma atração a mais, devido à grande concentração de artistas e artesãos que buscam na região um modo alternativo de vida.

Igreja de São sebastião 


Seu relevo recortado por rios e córregos formou diversas opções de lazer, como a Cachoeira do Escorrega, um tobogã natural com 30 metros de extensão e sete de altura, terminando numa piscina natural; e o Poção da Maromba, um trampolim natural de oito metros num poço igualmente fundo. O terreno também é ideal para a prática de mountain bike, cachoeirismo, rappel, boiacross, entre outros esportes radicais. Os menos aventureiros podem apenas tomar banho de sol nas margens. Para isso, o recomendado é o Poço das Antas, uma das maiores piscinas naturais da região.

Cachoeira da Santa Clara 


Saiba mais
MauáTur: (24) 3387-1283

Nenhum comentário:

Postar um comentário